Noticías

UE e Reino Unido entendem-se sobre transição do Brexit

Segundo negociador europeu, acordo é um “grande passo” no processo de saída de Londres do bloco

TRANSIÇÃO
A transição será de duração limitada, como era desejado pelo Reino Unido e pela UE. Durante esse período, o Reino Unido não vai participar na tomada de decisões da UE, simplesmente porque deixará de ser um Estado-Membro em março de 2019. Todavia, conservará todos os benefícios do mercado único, da União Aduaneira e Monetária, e das políticas europeias, sendo obrigado a respeitar todas as regras comunitárias como qualquer outro Estado-Membro

TEMPO
O período de transição irá de 29 de março de 2019 (quase três anos depois do referendo em que os britânicos decidiram deixar o bloco) a 31 de dezembro de 2020.

SEM VOTO
Neste período, o Reino Unido seguirá as regras da União Europeia, mas perderá o direito ao voto nas instâncias do bloco, como a Comissão Europeia e o Parlamento Europeu.

TRATADO
O Reino Unido poderá negociar acordos comerciais durante o período de transição, desde que entrem em vigor em 2021.

CIDADÃOS
Os europeus que chegarem ao Reino Unido durante a transição receberão os mesmos direitos daqueles 3 milhões que chegaram antes do “brexit”. O mesmo vale aos britânicos na UE.

FRONTEIRA
Não está resolvido como será a fronteira entre Irlanda do Norte (um território britânico) e Irlanda (um país-membro da União Europeia). É hoje um dos temas mais delicados.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.